sábado, 26 de março de 2011

ORAÇÕES

ANTES DE DORMIR


Lembramo-nos todos, certamente, destas maravilhas que dizíamos ao deitar:



I

Nesta cama me deito
para dormir e descansar.
Se vier a morte para me levar,
apego-me aos cravos,
abraço-me à cruz
e entrego a minha alma
ao Menino Jesus.




......II

......Adeus lume,
......Adeus lar
......Adeus Menino Jesus
......Que me vou deitar


............III

............Nesta cama me deito,
............Jesus me cubra com seu manto
............se eu bem coberto for
............não haja medo nem temor.

................IV

................Nesta cama me deitei
................sete anjinhos encontrei:
................três aos pés, quatro à cabeceira,
................e Jesus Cristo na dianteira.
................Deitei os olhos ao céu
................pensamentos na glória,
................meu coração achei
................Jesus Cristo na Custódia

....................V
(versão, muito bonita, enviada para a caixa de comentários por um leitor brasileiro de origens transmontanas)


..................Nesta cama me deitei
..................Para dormir e descansar
..................Se a morte vier
..................E não lhe puder falar:
..................Apego-me aos cravos,
..................Abraço-me à Cruz,/
..................Entrego minh' alma
..................Ao Coração de Jesus.

..................Coração de Jesus,
..................Guardai-me esta noite,
..................E amanhã por todo o dia.
..................Que minh' alma não seja presa,
..................Ó Jesus, Ave-Maria.

28 comentários:

Cata- Vento disse...

Esta eu não conhecia. Vou guardá-la. Em casa dos meus pais, eu aprendi a rezar : Anjo da Guarda,
Minha Companhia
Guardai minha alma
De noite e de Dia.

Depois dizia: " E agora, um Pai Nosso e uma Avé Maria"

Todas as noites!

Bem-haja, Fátima!

Um abraço fraterno

Fátima Pereira Stocker disse...

Cara Isabel

Também aprendi essa. Gosto muito de ambas, por serem tão musicias.

Beijos

Augusta disse...

Então toma lá mais uma:

Quatro cantos tem a casa
Quatro círios estão a arder
Quatro anjos me acompenhem
Na hora de eu morrer.

Esta foi mandada pela Branca

beijos

Augusta disse...

Apaguei o anterior, porque uma era a repetição da que escreveste. Mas toma lá outra:

Adeus lume,
Adeus lar
Adeus Menino Jesus
Que me vou deitar

Beijos

Olímpia disse...

Agora é a minha vez:

Nesta cama me deitei
Para dormir e descansar
Se a morte vier para me levar,
Agarro-me aos cravos
Abraço-me à cruz
Entrego a minha alma
Ao Menino Jesus

Bjo

Olímpia

Olímpia disse...

Pois...
Esta é bem parecida à que escreveste!...

Olímpia

Augusta disse...

Fininha:
"Antes quebrar que torcer", heim?
A mim parece-me a mesma. Apenas com um tempo verbal diferente!!!
Beijos

Fátima Pereira Stocker disse...

Augusta

Diz à Branca que bem-haja! Também sabia essa, embora com três expressões diferentes:

Quatro cantos tem a cama
Quatro velas estão a arder
Quatro anjos me acompanhem
Na hora em que eu morrer

Vou guardá-la para outro título dentro das orações, o daquelas que não têm hora certa para serem ditas.

À outra vou acrescentá-la já, assim como uma terceira de que me recordei ontem à noite.

Obrigada
Beijos

Fátima Pereira Stocker disse...

Olímpia

Deixa estar, valeu a intenção. Pode ser que te lembres de outras.

Beijos

Anónimo disse...

No rol das orações,Trás os Montes é rico,e eu sei um bom par delas, porque não me era permitido adormecer sem rezar como é dado,assim dizia a minha avó.Vou deixar aqui o complemento da do Anjo da Guarda. Anjo da Guarda,dá-me a tua mão,que eu sou pequenino e caio ao chão. Fátima Amaral

Fátima Pereira Stocker disse...

Fátima

Como é bom voltar a vê-la por cá!

Muito e muito obrigada pelo acrescento à oração do Anjo da Guarda - que não conhecia! Como disse à minha irmã, escreverei essa noutra altura, com outro título, porque podia ser rezada a qualquer hora.

Entretanto, se se lembra de mais, agradeço-lhe do fundo do coração que as escreva e mas envie, para aqui, ou para o e-mail do blog:

blog.rebordainhos@gmail.com

Como orações entendo, por exemplo, também os responsos. Eu tenho dois, o de Santa Helena e o de Santo António.

Outras orações que tenho para publicar são dois Pai-nossos pequeninos, um para o meio-dia e outro para a tarde (além das referidas).

Bem-haja pelo seu contributo e fico a aguardar pelo que me quiser epuder dar.

Beijos

Lurdes disse...

Fátima,
Lindas estas orações não conhecia nenhuma delas. Só conheço esta "Anjo da guarda minha companhia, guardai a minha alma de noite e de dia."

Beijos

Idanhense sonhadora disse...

Fátima ,cá vão umas da Beira :
"Santo anjo do Senhor ,meu zeloso
guardador, já que a Ti me confiou a piedade divina , hoje e sempre rege ,guarda , vela e ilumina "


"Com Deus me Deito , com Deus me alevanto e coma graça do Espírito Santo"
Um Abraço
Quina

Fátima Pereira Stocker disse...

Quina

Muito obrigada!

Coneço bem a primeira -a sua só tem uma palavra a mais do que a minha (vela).
À segunda guardo-a para mim, porque a não conhecia e é muito bonita.

Beijos

Anónimo disse...

boa noite pois aqui vai mais uma oração:rezo ao meu anjo da guarda
ao santo deste dia ao anjo do meu
nome que me guarde dos perigos da noite e do dia para onde eu for e andar seja minha companhia.

CC disse...

Muito bonitas!

Não as conhecia.
A minha mãe conhecia-as e envia mais esta,

"Nesta cama me deitei
7 anjinhos encontrei:
3 aos pés, 4 à cabeceira,
e Jesus Cristo na dianteira.
Deitei os olhos ao céu
pensamentos na glória,
meu coração achei
Jesus Cristo na Custódia"

Beijinhos

Tilinha

Fátima Pereira Stocker disse...

Anónimo (Fátima?)

Muito obrigada! Não conhecia essa oração tão bonita! Vou guardá-la para a publicar com as outras que podem ser ditas a qualquer hora.

Beijos

Fátima Pereira Stocker disse...

Tilinha

Muito bonita, a oração que a tua mãe mandou. Diz-lhe que muito obrigada! E obrigada a ti, também, por no-la teres trazido. Já a acrescentei!

Beijos

Fátima Pereira Stocker disse...

Quina

Eu sabia que havia alguma coisa de errado na resposta que lhe dei. Afinal, a sua não tem uma palavra a mais, tem uma diferente: em vez de dizer "vela" dizemos "governa".

Beijos

Anónimo disse...

Olá. Antes de dormir, sempre rezo esta oração, que aprendi com minha bisavó, a qual é de Trás-os-Montes. Sou do Brasil e aqui nós rezamos um pouco diferente. É assim: Nesta cama me deitei / Pra dormir e descansar / Se a morte vier / E não lhe puder falar: / Apego-me aos cravos, / Abraço-me à Cruz, / Entrego minh' alma / Ao Coração de Jesus. / Coração de Jesus, / Guardai-me esta noite, / e amanhã por todo o dia. / Que minh' alma não seja presa, / Nem meu sangue derramado, / Ó Jesus, Ave-Maria.
Um abraço do Brasil para todos vocês.

Fátima Pereira Stocker disse...

Anónimo

Bem-haja pela sua intervenção que veio enriquecer esta página. Vou já acrescentar a sua versão!

Um grande abraço!

Anónimo disse...

Fico feliz pelo fato de haverem gostado da versão que aprendi com minha bisavó. Espero ter-lhes ajudado e,caso veja mais alguma coisa, mando-lhes assim que possível. Obrigado.
Um abraço.

Fátima Pereira Stocker disse...

Anónimo

Olhe que eu fico à espera!

O meu bem-haja e um abraço

Anónimo disse...

Olá, sou eu novamente. O problema é que não tenho uma conta de blog, por isso sou "Anônimo". Podes tratar-me por Mateus, se quiseres. Pois bem, lembrei-me de outra oração, que costumamos rezar pela manhã. Minha bisavó também a aprendeu em Trás-os-Montes. É a seguinte:
Bom dia vos dou, Rei da Glória,
Bendito seja o vosso poder.
Vós quisestes, Senhor,
Que eu chegasse a amanhecer.
Minh' alma vos entrego,
Ó Rei soberano de bondade,
Embora eu não mereça,
Tenhais de mim piedade.
Abraços e uma ótima semana.

Fátima Pereira Stocker disse...

Mateus

Desculpa a demora na resposta - e no agradecimento. Esta outra oração, se te não importas, vou publicá-la em novo artigo, porque abre novo assunto - o das orações da manhã. E é disso que vou já tratar.

Muito obrigada pela colaboração!
Já agora: de onde era, exactamente, a tua bisavó?

Sobre os comentários: não precisas de ter conta aberta no blogger. Antes de publicares o comentário, escolhes a opção NOME/URL. Basta que escrevas o nome, porque o url é facultativo.

Beijos

Mateus disse...

Olá,
Desculpe-me a demora de responder, é que não andei verificando o site nestes últimos dias. Pois bem, minha bisavó era de Bragança e veio ao Brasil aos dois anos de idade. Minha tataravó, se não me engano, era de Vila Real ou alguma região próxima de Viseu. Esta última que ensinou à filha as orações e pôde manter vivas algumas tradições portuguesas cá no Brasil.
Se quiser mais detalhes, dar-lhos-ei assim que possível. Apenas confirmarei o local de nascimento de minha tataravó.
Abraços

Fátima Pereira Stocker disse...

Mateus

Aqui em Portugal é tudo perto (mas andamos sempre a queixar-nos das distâncias...). Vila Real fica perto de Bragança e ambas as cidades são de Trás-os-Montes.

Belas mestras, as tuas avós, que quiseram conservar nos descendentes, indelével, a marca das suas raízes. E, se me não levas a mal, essa marca estende-se à língua que, atendendo ao modo como escreves, se me afigura mais próxima do Português daqui do que do Português daí.

Obrigada pelo que escreveste.

Beijos

Mateus disse...

Olá,
Muito obrigado pelos elogios. E o que tu disseste é realmente um "mal" do brasileiro: nós falamos tudo "errado", mas na hora de escrever temos de aproximar-nos do português lusitano. Ainda assim, mesóclises e "lho" são manias minhas na escrita mais formal, que se distanciam do português brasileiro.
Abraços.