quarta-feira, 20 de agosto de 2008

Festa de Nossa Senhora do Rosário

A Freguesia de Rebordaínhos esteve em festa nos dias 15, 16 e 17 de Agosto de 2008. A festa grande da povoação é em honra de Nossa Senhora do Rosário.

Verdade, verdadinha, a festa começa oito dias antes, com a mordomia toda e quem se quiser associar, a limpar muito bem a igreja e a arrumar as coisas de modo a que se possa ir tratando delas. Durante a semana, os jogos e torneios do programa de festas decorrem serenamente, pelo fim da tarde e noite dentro, porque o tempo é de trabalho intenso e folguedo só nas horas livres.


No sábado a azáfama é maior. Cada mordoma idealiza como há-de enfeitar o andor do santo de que é responsável e nessa arte consome horas que não contabiliza porque só a beleza final lhe importa. E se o santo merece as flores e a arte, a mordoma merece os elogios da comunidade que os não regateia.





Pormenor do andor da Senhora do Rosário







Pormenor do andor da Senhora de Fátima








Nada é deixado ao acaso e, porque uma igreja é lugar de beleza em louvor a Deus, os altares são enfeitados com arranjos saídos de mãos habilidosas que sabem juntar ramos de castanheiro e de avelaneira a espigas, heras e flores diversas e, com tudo, obter ornamentos de requintado gosto.


Domingo é o dia grande, em honra de Nossa Senhora do Rosário. De manhã chega a banda que se apresenta em alvorada pelas ruas da aldeia. A banda de Carviçais, que nos alegra a festa há já quatro anos, é uma banda magnífica: cheia de gente nova, tudo a ler música por pauta e conduzida por quem é mestre no assunto. A banda, além de cantar a missa, ainda deu um belo concerto no prado antes de, à despedida, ir entregar a festa aos mordomos do ano que vem.

Alvorada com a banda de Carviçais no Domingo
17 de Agosto de 2008
Imagem de Olímpia Pereira


À missa, presidida pelos senhores padres Estevinho e Jorge, seguiu-se a procissão. Tenho para mim que uma procissão é a forma de os santos se misturarem com o povo e de comungarem da sua alegria. Nesse dia, em que eles descem dos altares, são belamente enfeitados para que não destoem da garridice das gentes.




À noite, o arraial é para todos. Dança-se, canta-se ou assiste-se a isso tudo. Segunda-feira volta a ser dia de intenso trabalho.

Fátima Stocker

14 comentários:

Fátima disse...

Vamos dar o seu a seu dono? Por favor, alguém me ajude com aqueles que não sei.

Os arranjos dos altares saíram das mãos da Tilinha, da Fernanda e da Augusta.

Os andores, por ordem de exposição na igreja:

Santa Maria Madalena - ?
S. José - ?
Senhora de Fátima - Augusta
Senhora do Rosário - Tilinha
Sagrado Coração - Jacinta
Santo Ambrósio - Jacinta
Santo António - ?
S. Caetano - Olga
Divino Senhor - Tilinha? Lurdes?

Que bonito estava tudo! Que pena que as máquinas não possam registar toda a beleza que foram capazes de alcançar!

Muito obrigada.

J. Stocker disse...

Os nossos parabéns aos mordomos/as! Já agora quem faz o favor de informar quem são os novos mordomos.

Augusta disse...

Arranjo dos andores:

Sta Maria Madalena - Irmã Judite e Áurea
S. José - Augusta, Tilinha e Fátima (este ano)
Sagrado Coração de Jesus - além da irmã Judite, também a Áurea
Santo António - Lúcia
Divino Senhor - as duas (sem interrogação)
Não esquecer que, em todo o processo, houve a valiosa colaboração colaboração de um jovem - o Gualter (?) - Socorro, Tilinha. É assim que se chama?
beijos

Fátima disse...

Garota

Obrigada pela prontidão da resposta e pela correcção no nome da irmã Judite - a Jacinta - a quem peço desculpa por nunca me lembrar daquele seu nome.

Do rapazinho também me lembrei. Aliás, queria integrar no artigo as fotografias respeitantes ao arranjo da igreja, mas esbarrei em duas dificuldades: por um lado, não me lembrava do nome do garoto (e ficava mal identificar-vos a todas e a ele não) e, por outro lado, sem saber quem são os pais, não obtive a autorização prévia de publicação da sua imagem.

Quanto ao andor de S. José, só com muito boa vontade me podes incluir na lista, mas obrigada.

Beijos

Tilinha (CC) disse...

Bem, desta vez tenho de participar...
Desde já os parabéns aos colaboradores do Blogger, está simplesmente maravilhoso!
Quanto ao jovem que deu uma colaboração preciosa, chama-se Alexandre.
Os andores também tiveram a preciosa ajuda da Silvina (sobrinha da Jacinta)

Beijos

Fátima disse...

Viva, Tilinha!

"Ter", não tens, mas bem-hajas porque o fizeste.

Então os nossos cumprimentos devem dirigir-se, ainda, ao Alexandre e à Silvina. São bem merecidos!

Obrigada pelas tuas palavras. Volta quando puderes e diz de tua justiça, nem que seja para zurzires.

Já agora: quem são os pais do Alexandre (começo a arregimentar-te...)? A Silvina é filha da Cândida, não é?

Um beijo grande

CC disse...

olá Fátima!

Os pais do Alexandre são, o Carlos (irmão do padre Jorge) e a Augusta.

Quanto à Silvina, acertaste na filiação.

Beijinhos e continuação de bom trabalho.

Fátima disse...

Obrigada, Tilinha, mais uma vez!

Eu esperei algum tempo antes de escrever este artigo, esperando que o Jorge me dissesse alguma coisa. Não deve ter tido tempo (que férias tem ele, coitado!) ou a internet não funcionou e, por isso, avancei eu.

Espero que a tua mãe esteja melhor.

Beijos

Augusta disse...

Ora viva, srs bloggers (todos)
No final da minha 4ª caminhada, aqui estou eu (não tão fresca quanto uma alface).
Foi com grande satisfação que vi que a Tilinha se resolveu finalmente a entrar nesta casa que é de todos. Já agora, obrigada pela correcção. Onde fui eu buscar o Gualter? E que falha imperdoável ter-me esquecido da Silvina! A ela, as minhas mais sinceras desculpas. E, já agora, se por acaso tiver acesso à internet, porque não entra também?
Específicamente para o joão: ainda não me esqueci do artigo da caminhada à serra. Mas deixas-me acabar esta jornada primeiro? É que à noite, tenho tanto soninho!... E no dia seguinte, levanto.me de madrugada, como deves imaginar.
Beijos a todos

Fátima disse...

À Tilinha e à Augusta

Queria, no fim do artigo, acrescentar as informações que me destes (nos comentários ficam escondidas). Em que andores posso incluir a Silvina? Nos da tia? Em todos?

Obrigada

Augusta disse...

Em todos onde está a tia. Beijocas

J. Stocker disse...

Bem vinda Tilinha!

Augusta

Tens todo o tempo que for preciso, mas com essas caminhadas todas ainda te vou ver sentado ao computador com os pés de molho, numa infusão regeneradora, para poderes ir trabalhar.

Beijinhos

Baiqueeuespero disse...

Olha a nossa Banda!!
Pró ano se me pagarem aí um copo tb apareço na festa.
Abraço

J. Stocker disse...

Caro baiqueeuespero
A vossa banda é uma maravilha, já não é a primeira vez que esteve presente na Festa de Rebordainhos e espero que se mantenha .
Quanto ao copo mesmo sem a sua banda lá, estará à sua espera, mesmo que eu não esteja presente, não creio que a minha mulher ou alguém da família não diga "entre quem é"
Um abraço daui do Cacém para Barcarena