segunda-feira, 9 de abril de 2012

PÁSCOA


Hoje resta-me, tão-só, alento para vos deixar uma breve reportagem fotográfica destes dias passados em Rebordaínhos.

Março terminou como começou: seco e quente. Confesso que me fez bastante impressão chegar à nossa terra, onde a Primavera tarda a vicejar, e encontrar tudo florido, como se fosse Maio ou Junho.

Em breve, no entanto, algo mudaria: a neve e um frio intenso visitaram-nos três dias seguidos, como que a dar alento à esperança.

Mais inspirada do que eu, a Olímpia escreveu: "Foi mesmo diferente, esta Páscoa. Após uns dias quentes para a época e o precoce despontar das flores, o tempo presenteou-nos com uma beleza rara:uma chuva de pétalas brancas invadiu-nos e, como por magia, acarinhou todos os habitantes."






No sábado de Aleluia voltou o bom tempo e a Igreja foi embelezada recorrendo à singeleza de giesta e à muita arte de quem tudo sabe imaginar e compor: à minha Augusta, à Alzira e à Fernanda se deve a beleza que podeis testemunhar.

A Augusta acrescentou, e bem: "não posso deixar de te chamar a atenção para a falta de um nome: o da Tilinha, para além de todas as outras pessoas que estão sempre presentes, semana após semana ao longo do ano todo, como sejam a Áurea, Lúcia, Lurdes e, este ano, também a Maria. Enfim, todos aqueles que mantêm o gosto por continuar a oferecer a todos o prazer de uma igreja bem cuidada."






Sem jogos de roda, nem jogo da panela, o domingo da Ressurreição decorreu com as cerimónias religiosas e a festa das famílias. Hoje foi a visita pascal, mas já não a pude presenciar.

9 comentários:

Augusta disse...

Fátima:
Estão lindas as fotos. A nossa Igreja é sempre linda, mas não posso deixar de te chamar a atenção para a falta de um nome: o da Tilina, para além de todas as outras pessoas que estão sempre presentes, semana após semana ao longo do ano todo, como sejam a Áurea, Lúcia, Lurdes, e este ano também a Maria. Enfim, todos aqueles que mantêm o gosto por continuar a oferecer a todos o prazer de uma igreja bem cuidada.
Para todas elas o meu muito obrigada.
Beijos
Augusta

Olímpia disse...

Foi mesmo diferente, esta Páscoa. Após uns dias quentes para a época e o precoce despontar das flores,o tempo presenteou-nos com uma beleza rara:uma chuva de pétalas brancas invadiu-nos e como por magia, acarinhou todos os habitantes.
Também foi diferente a viagem de regresso. Foi estafante e, mais valia ter ficado para a Visita Pascal!...Enfim, alguns enganos e algumas necessidades, custam-nos bem caro (à excepção das portagens, que ficaram mais baratas, não é Fátima?)
A igreja estava de facto linda. Parabéns às artistas.
Parabéns também a ti, pelas bonitas fotografias.
Bjos
Olímpia

elvira carvalho disse...

Muito bonitas as fotos. Ampliei para ver melhor. A Igreja é lindíssima.
Este ano aqui também fizeram procissão da Via Sacra. Mas onde vivo não há Igreja. Ao sábado a missa é numa escola, ao Domingo no salão da casa dos rapazes. Igrejas só no Barreiro.
Um abraço e tudo de bom.


Á margem: Quem é a Quina?

antonio disse...

Lindas as fotos Fátima! Sobretudo as duas primeiras, que tiraste, (penso eu) por detrás da tua janela...coitado do Tio Eduardo! Se é ele? Tinha as pétalas brancas por cima das orelhas... será que posso roubar?
Também a Igreja estava divinamente linda!
Também tenho muita pena não ter podido estar convosco, mas as vidas nem sempre permitem o que os corações desejam... Beijos

Fátima Pereira Stocker disse...

Augusta

Obrigada pelo acrescento. Como sabes, saí antes de a Tilinha chegar e quando voltei já tinham acabado os arranjos e estavam a começar os ensaios dos cânticos. Vou, para ser mais justa, acrescentar as tuas palavras àquilo que escrevi.

Beijos

Fátima Pereira Stocker disse...

Olímpia

Que inspirada estavas quando escreveste! Vou, também, acrescentar ao meu prosaico texto as tuas poéticas palavras.

Pois é, a viagem saiu-nos bem cara em tempo e cansaço. Menos nas portagens, mas ainda não tenho por onde comparar, porque só me descontaram ainda as de ida (mas já me foram devolvidos os 200€ da minha distracção).

Beijos

Fátima Pereira Stocker disse...

Elvira

O fervor da oração é muito mais importante do que o lugar onde ela é dita. Mas obrigada por ter gostado da nossa igreja.

Beijos

Fátima Pereira Stocker disse...

Tonho

Rouba à vontade e usa quando quiseres.

As duas primeiras fotografias da neve foram, de facto, tiradas da minha janela. Na segunda estão o Sr. Eduardo e a Sr.ª Áurea, a rirem-se comigo porque eu estava encarrapitada na janela a dizer "Ai que dia tão lindo!" (e o Toninho Rodrigo, disse-mo depois, escondido a ouvir e a pensar se me havia de atirar uma pelotada...)

A árvore da terceira fotografia fica, não sei bem se na terra da tia Emília (do tio Aniceto), ou se na da tia Estefânia. A da quarta é da terra do Sr. Carlos Chiote, encostada à casa da residência.

Beijos

Alexandre Gomes disse...

Foi mais uma ótima Páscoa passada aí em Rebordainhos! E esta pequena surpresa que a neve reservou foi muito bom!

Cumprimentos a todos!

Alexandre Gomes