segunda-feira, 10 de novembro de 2008

Amigo

Pela simpatia,afabilidade e carinho do povo de Rebordaínhos, onde muitas portas teimam em se manter abertas.

ENTRE QUEM É!

Olímpia Pereira


AMIGO

Para ti esta dica:

Quando a Chave já é tosca,
Mas de bom trato na fechadura,
Não force, nem use a força,
Que nunca vai ficar na rua,

PORQUE:

Aquele que a rode,
Que entre e se acomode.

Não pense no aspecto,
Nem tão pouco no transtorno,
Porque além do afecto,
São favores que retorno.

..A CASA É SUA.

Orlando Martins

18 comentários:

J. Stocker disse...

Caro Orlando

Várias vezes tenho perguntado por ti à Olímpia. Sei por ela que está tudo bem contigo só que andas muito ocupado.
Ainda bem que deste um ar da tua graça com este "Amigo".

Um abraço daqueles...........

céu disse...

Sejas bem aparecido, Orlando!
Já tinha perguntado por ti.
Ainda bem que não te esqueceste de nós.
A tua poesia é sempre tão agradável, não deixes de nos presentear com ela.
Beijinho
Céu

Baiqueeuespero disse...

Bonita poesia

Augusta disse...

Bons olhos te leiam!... Já que os ouvidos te não ouvem!
Bem regressado, com a esperança de maior assiduidade.
Beijos

Fátima disse...

Ora viva meu rico primo!

Verdade, verdadinha, só me lembro de carabelhos que encerravam as portas das vacas e dos porcos. As casas deviam ter fechadura, mas nem sei para que servia, se tudo estava às escâncaras menos o cancelo que tinha como utilidade arredar as pitas mais atrevidas.

Achei, por isso, que a fotografia da porta da vossa casa d'além ficava aqui a matar.

Gostei do modo como agarraste a ideia!

Aproveitando as tuas palavras: não penses no aspecto nem tão pouco no transtorno. Não te fiques pelo "ou de casa", entra e fica connosco porque além do afecto são favores que retorno. A casa é tua!

Um beijo grande

CC disse...

Linda poesia!

António disse...

Como dizia o outro: Porreiro, pá!
Poema lindo para o trinco da porta. Uma expressão sucinta, fiel e poética para o "entre quem é" dos nossos sítios.
O teu estilo encontra uma expressão justa e acutilante nestes poemas curtos.
Para continuar: estes teus poemetos são para nós "além do afecto, / favores de retorno"

Sophiamar disse...

Como é bom ter amigos! Esta porta, muito semelhante às que encontro pelos meus montes,será tão fácil de abrir quanto as que conheço.Algumas ainda teimam em ficar abertas do nascer ao pôr do sol. E era tão feio, tão mal aceite ter uma porta fechada.Hoje, os costumes vão mudando, a população está a envelhecer e há que ter mais cuidado.
Zeca Afonso foi, é, será um amigo enquanto eu por cá andar. Tantos e tão bons momentos de conversa recordo constantemente.
Um abraço amigo

J. Stocker disse...

"Obrigado a todos pelo enquadramento, porque, sem ele, aqueles rabiscos não valiam nada."

O Orlando enviou-nos o comentário acima por Mail.

Por mim deixo-lhe a seguinte resposta:

Não era preciso agradecer e deixa a modéstia de lado, vai deixando aqui o teu pensamento, que é sempre bem apreciado.

Abraço Amigo

Olímpia disse...

João:
O Orlando anda de facto ocupado.Mesmo assim, não deixa de nos visitar e de nos brindar com estes bonitos poemas.
Beijos
Olímpia

Olímpia disse...

Céu:
É claro que o Orlando não se esquece de nós e concerteza que nos vai continuar a surpreender com os seus belos poemas.
Obrigada pelo teu comentário
Beijos
Olímpia

Olímpia disse...

baiqueeuespero:
Obrigada tanto pela sua visita a este blog, como também pelo seu comentário.
O Orlando, "ainda não entrou bem" na blogosfera e daí ser eu a responder.
Olímpia

Olímpia disse...

Augusta:
Concordo contigo.Já estava na hora deste menino nos mimar com as suas combinações de palavras.
Quanto à assiduidade...teremos que lhe dar uns empurrõezitos.
Até parece que ficou tímido, o rapaz1
Beijinhos
Olímpia

Olímpia disse...

Que bem que estiveste, Fátima!
Concordo plenamente."não penses no aspecto nem tão pouco no transtorno. Não te fiques pelo "ou de casa", entra e fica connosco porque além do afecto são favores que retorno. A casa é tua!"
Vamos APERTAR COM ELE?
Beijinhos
Olímpia

Olímpia disse...

Fátima:
Foi fantástica, a ideia da porta.
Bjinhos
Olímpia

Olímpia disse...

Tilinha:
Como é bom, encontrar-te por aqui!
Também achei este poema, uma pequena maravilha.
beijinhos
Olímpia

Olímpia disse...

António:
Parafraseando-vos:estes vossos contributos literários "são para nós além do afecto, / favores de retorno.
Beijos
Olímpia

Olímpia disse...

Sophiamar:
Sempre com palavras tão agradáveis e carregadas de estímulo!
Bem-haja!
Beijinhos
Olímpi