segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

Reis ( complemento)

Caros amigos:
Porque ontem (hoje), o post dos Reis ficou incompleto, aqui vai o complemento, com um pedido de desculpas.
Augusta Mata

7 comentários:

Fátima disse...

Garota

Quem está longe tem que agradecer todo o vosso trabalho. Ainda pedes desculpa por isso?

Muitos beijos

chanesco disse...

Louvem-se os garantes da tradição dos Reis em Rebordaínhos que fazem com que esta sobreviva à razia trazida pelos novos costumes importados.
A saber, foi renovado o careto, mas o espírito da festa e o convívio entre os cantadores e a restante população mantêm-se.
É certamente esta a razão que faz com que o careto de Rebordaínhos tenha honras de figurar no catálogo “Máscara Ibérica” que complementa a exposição patente no “Museu Ibérico da Máscara e do Traje” de Bragança. Nele, resumidamente, se descreve o tradicional dia de Reis "no coração da Serra de Nogueira", tal como nesta crónica, que três entusiastas senhoras fizeram agora o favor de aqui tão bem contar.

Suponho que o “foição” sirva para cortar o cordel da chouricinha no fumeiro de quem se negue a dá-la, mas a maçã: é só para guardar as moedas?

Um abraço para Rebordaínhos; em especial para os animadores deste blog.

Augusta disse...

Fátima:
As desculpas foram pedidas porque o trabalho inicial não ficou tão bem como desejávamos, e tivemos de o fazer por partes. Mas penso que valeu a pena.
Beijos para os dois

Augusta disse...

Caro Chanesco:
Muitíssimo obrigada pelas suas palavras tão gentis. Pessoas assim, transmitem-nos a vontade de continuar, apesar das limitações de tempo.
Respondendo à sua questão: efectivamente a foice, servia para roubar uma "chouricinha". (Hoje já são poucas as pessoas que mantêm o hábito de fazer o fumeiro). Questionei ao "careto" a razão porque já não dizia "chouricinha, chouricinha", ao que ele me respondeu: "Já as não há!"
A maçã é usada para enterrar nela as moedas que quisermos dar para o careto. É uma forma singular de lhe pagar a canseira.
Já agora, os chocalhos não servem apenas para anunciar a chegada. Também eram usados para "chocalhar" as raparigas, que também já não há, segundo as palavras do careto.
Um abraço
Augusta

Fátima disse...

Meu caro Chanesco, que prazer me dá o seu regresso!

Seja, pois, muito bem-vindo a esta casa. eu não páro de entrar na sua, na esperança de novas histórias, daquelas que conta como poucos!

Um grande abraço!
____
Aos visitantes do blog, que gostam de ler boas e muito bem contadas histórias, aconselho vivamente a visita ao cantinho do Chanesco (ainda por cima, a mulher dele é de perto de Vale de Nogueira) que fica aqui, neste endereço:

http://arcaz.blogspot.com/

Cata-Vento disse...

Amigos Rebordainhenses

Tenho passado por aqui. Já li os dois útimos posts sobre a tradição dos Reis em Trás-os-Montes. Bem-hajam aqueles que teimam em não deixar cair aquilo que de genuíno e tão bonito temos, apesar do tempo que escasseia.

Um bom fim de semana!

Como está o João?

Um abraço fraterno para todos

Fátima disse...

Cara Isabel

O João está a atravessar momentos muito difíceis da vida dele. Está internado desde dia de Natal. Do futuro vamos sabendo cada dia.

Obrigada pela preocupação